casa noturna sutton club restaurante de comidas espanholas

Sutton São Paulo: a Gema do Mediterrâneo

Você pode ter ouvido falar na festa de inauguração que aconteceu na Sutton São Paulo, no último dia 18, em Agosto de 2017.

 

Ou, como a maioria, você também pode não saber do que se trata.

 

Calma, não é questão de estar por dentro ou estar por fora, mas sim adequação do público-alvo. Sim, você pode não ter ouvido falar nem sobre essa nova casa noturna internacional que já chegou chacoalhando, e muito menos na festa de inauguração dela, porque o evento foi sigiloso.

 

 Traduzindo: só para convidados.

socios da casa noturna sutton balada abrem em sao paulo com restaurante espanhol sutton

Nesses casos, a balada não preza por estar abarrotada sempre, transbordando com corpos alheios tentando contrariar as leis da física e preencher o mesmo metro quadrado com até quatro pessoas. A casa noturna, simplesmente, preza pelo conforto, o atendimento personalizado e a oferta de – MUITO – valor.

 

A diferença não é só no preço ou nas margens praticadas, mas sim todo o serviço, desde o recepcionamento dos convidados até como os funcionários são treinados para lidarem com os clientes da casa. Desde seguranças da casa treinados para identificarem possíveis altercações antes delas virarem brigas, até o barman que ao passar a comanda do cliente o chama pelo sobrenome – sr. ou sra. “inserir sobrenome aqui”.

O nome do jogo que a Sutton São Paulo (clique para acessar a página do Facebook da casa noturna) decidiu brincar chama-se exclusividade. Nem todos têm interesse nessa proposta de valor por diversos motivos, sejam eles financeiros ou de afinidade mesmo. No entanto, quem se interessa por esse tipo de estabelecimento está disposto a pagar caro por isso.

 

Você não precisa gostar ou até querer pagar R$ 250,00 para ir em uma casa noturna, mas quem sim está disposto vai encontrar, para seu deleite, paredes de vidro para apreciar a vista do 12o andar; LEDs cobrindo o teto, completamente sincronizados com o som que está sendo tocado por uma das atrações internacionais que a balada prometeu trazer, como o DJ belga Lost Frequencies.

 

Mas, ao contrário dos outros empreendimentos dos irmãos Barbeiro, a casa noturna vai funcionar de uma maneira única. Mudando o paradigma de alto padrão que a Lótus e o Café de la Musique implementaram, a casa noturna também oferecerá um atrativo diurno.

 

Ao invés de focar apenas na noite, a Sutton São Paulo busca incluir os dias em seu programa. Como em Barcelona o mar é uma parte essencial da cidade, aqui em São Paulo os irmãos decidiram fazer homenagem à ele investindo em um restaurante de frutos do mar ao mais puro estilo Espanhol, com deliciosas tapas no almoço e jantar.

tapas espanholas servidas no restaurante sutton dentro da casa noturna sutton balada
Tapas são canapés espanhóis, preparados para poderem ser consumidos em conjunto. Eles podem ser servidos tanto em pequenas fatias de pão quanto em pequenas colheres, copos de shot (para servir a variação da famosa sopa gazpacho), ou qualquer outra forma de apresentação que facilite o consumo.

De qualquer maneira, a casa fica aberta ao público que estiver disposto a aproveitar a noite sem pensar na conta final, prezando pela exclusividade e privacidade daqueles que frequentarem a balada. Como disseram os sócios, eles pretendem resgatar o clima de casas como a Gallery, na qual famosos iam para se divertir, sabendo que eles não seriam importunados lá.

 

Paulo Gregorin
Paulo Gregorin

Estrategista de Marketing Inbound e criador de conteúdo para OZ Technology, formado em Comunicação Social e especializado em Inovação Tecnológica pela universidade de Stanford. Geek nato incorporado em um amante da cultura, informação e artes em todas as suas formas, acredito na proliferação de boas idéias através da comunicação.

Nenhum comentário

Postar um Comentário

Comentário
Nome
E-mail
Site